O que você está disposta a fazer para atingir seus objetivos? 1


Um cliente que atendi ano passado me indicou um site bem interessante em um de nossos momentos juntos. Era do Mark Manson (você pode encontrá-lo através do link http://markmanson.net/). Achei sensacional e não podia deixar de indicar. Mais do que isso, não podia deixar de falar sobre um tema que Mark fala no site, que diz respeito as dores que você está disposta a sentir para obter o que deseja.

Todos nós queremos o melhor da vida: casa grande, bem decorada, filhos saudáveis, festas sem fim, romances inesquecíveis, um saudável exercício de nossa sexualidade, um trabalho que nos gratifique e que nos enriqueça, acompanhado de uma equipe excelente, parceira, que se doa. Ninguém vai dizer menos que isso. Ou você iria escolher um apartamento quarto e sala, filhos com dificuldades severas, fins de semana na frente da televisão, etc, etc, etc? Claro que não. Todos nós almejamos vidas maiores, grandiosas de acordo com nossa visão de grandeza. Todos nós almejamos vidas plenas. Mas você quer tudo isso sem doar-se o suficiente?

É disso que trata o artigo de hoje. Quanto você está disposta a se doar para obter o que deseja? Quais são os perrengues que vai escolher passar? Quais são as dores que escolherá ter? Porque certamente nosso caminho não será formado por pétalas de flores. Teremos dificuldades, teremos problemas, teremos que abrir mão de muitas coisas para crescer. O que você escolhe?

Essa é uma questão crucial. Quando você escolheu trabalhar com suas paixões, monetizar aquilo que gosta de fazer, talvez não tenha pensado nesse aspecto do empreender. Tirar a bunda do sofá e “performar” na vida tem seu glamour, é incrível, é tudo de bom, mas também envolve largar o namorado várias vezes por semana para acabar relatórios, deixar de ir para o futebol porque está trabalhando em um projeto novo, ficar menos com os filhos porque a empresa está no início e você precisa de mais foco.

Se você escolheu empreender e não o fez ainda, pense nesse aspecto com muito cuidado. Pense o que gostaria de apresentar ao mundo, no que gostaria de empreender, o que gostaria de fazer, mas também pense o que você não gostaria de fazer em hipótese alguma, ou o que você toleraria esporadicamente. Vamos a um exemplo: algumas pessoas buscam empreender na internet porque querem a liberdade de poder trabalhar de qualquer lugar do mundo. Querem a liberdade de levantar da mesa de trabalho, escalar uma montanha e voltar a trabalhar. Querem não ter que pagar aluguel, querem ter um orçamento enxuto. Essas pessoas, continuando no exemplo, escolheram não ter esse custo de aluguel, porque é uma “dor” que não desejam ter. Esses empreendedores não querem ter a dor de ficarem presos a um escritório, das 8:00 as 18:00, sem poderem aproveitar a vida. Essas pessoas escolheram o que vão tolerar e o que não vão tolerar. Eles escolheram, provavelmente, suportar a dor da dificuldade em criar raízes, em deixar amigos e família toda vez que viajam, talvez tenham escolhido suportar uma vida mais solitária.

Saiba mais sobre o que fazer quando você está com a cabeça cheia de ideias para empreender clicando aqui

Eu, Cláudia, escolhi outros caminhos. Escolhi não ter horário fixo de trabalho, o que pode fazer com que eu tenha que sair, muitas vezes, enquanto minha família está curtindo bons momentos. Eu escolhi também não assistir novelas para fazer meu tempo render. Você entende meu ponto de vista?

Nós passamos uma boa parte de nossa vida dormindo, outra no trabalho. Precisamos dormir com qualidade e trabalhar idem! Então, é primordial que saibamos onde estamos nos metendo, o que estamos fazendo com esse tempo importante. Escolha você também o que vai tolerar e o que não vai tolerar para ter um empreendimento rentável, que te leve a ter qualidade de vida, inspirado.

E boa jornada. Beijos e me liga!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “O que você está disposta a fazer para atingir seus objetivos?