13 mitos sobre alimentação . O número 4 me deu trabalho! 1


Pois é, amiga…Passamos uma boa parte da vida acreditando em tanta besteira que nos contam, não é mesmo? Quando crianças, nos diziam que Papai Noel não trazia presente para quem não se comportava. E a gente temia que o velhinho nos esquecesse. Quando crescemos, os amigos da faculdade nos diziam para evitar o professor x, porque ele “ralava com todo mundo”. A gente acreditava e ia atrás, fugindo do homem a todo custo. Daí chegou a hora de termos nossos bebês. O que nos diziam, na época? “Olha, tua barriga está bem redondinha. Esta criança vai ser menina, com certeza”. As tontas – inclua-me nesse seleto grupo – corriam para comprar a primeira boneca da criança, também enchíamos o armário de roupa rosa. Em seguida ficávamos sabendo, através da primeira ecografia “pós-revelação”, que íamos ter um menino. Quem nunca acreditou nessas invencionices que atire a primeira pedra.

Agora, e as bobagens que dizem por aí quanto a nossa alimentação? São tantas e tão esdrúxulas – esdrúxulas é uma palavra que a gente usa para impressionar, quando quer marcar que a coisa é esquisita mesmo! 🙂 – que foi difícil fazer uma seleção. Escolhi alguns mitos, aqueles que considero serem os mais falados por esse povo de meu Deus:

  1. Chocolate causa espinhas. Não, esqueça. Não há comprovação científica sobre isso. O que pode agravar a acne são os picos de insulina no sangue, ocasionados pela ingestão de alimentos com índice glicêmico elevado. Então, pode acontecer com o chocolate ou com qualquer outro alimento com essas características. Passei anos evitando o chocolate, porque tive acne na adolescência. Um belo dia chegou um santo médico e me disse: você é que vai determinar o que te dá espinhas. Apenas observe. Dito e feito: o chocolate não interferia em nada no meu quadro;
  2. Chocolate engorda. Não. Tudo engorda se ingerido em proporção maior do que a necessária pelo nosso organismo, Não é o alimento que engorda e sim ultrapassar o limite de calorias que podemos ingerir;
  3. Tomar cerveja no período da amamentação faz a mulher ter mais leite. Acho que essa foi inventada por uma bebum de plantão…Isso não acontece. Além disso, quem está amamentando tem que cuidar , mais ainda, o que coloca para dentro de seu organismo;
  4.  Não se pode tomar leite com manga ou com melancia. Segundo pesquisas, o mito surgiu no tempo em que aqui no país ainda existiam escravos. O leite era um produto raro, considerado nobre. Para que os escravos não o consumissem, criou-se o mito de que misturar frutas ao leite fazia as pessoas passarem mal. Posso te contar? Sou endoidecida por café com leite. No verão, almoçava e comia melancia de sobremesa. Daí sofriaaaa, esperando quatros horas até poder tomar o café. Isso quando tinha dez anos de idade. Depois dos 20, fui à desforra: passei a lanchar café com leite e melancia juntos. E sabe o que aconteceu desde então? Naaada! Tá tudo azul, como sempre;
  5. Não se pode comer banana antes de dormir, porque ela pesa no estômago. Isso é uma questão muito individual. Eu como banana a hora que for e não passo mal nunca. Agora experimenta me dar uma fruta considerada “mais leve”, como maçã ou melão? Acabou a mulher depois disso. Veja você como se sente. Conheço gente que adora banana e não pode comer porque passa mal pra caramba, independentemente do horário. Conheço gente que não pode comer qualquer tipo de carne a noite, outras que nem jantam, porque passam mal, outras que comem um boi pela perna e vão dormir o sono dos justos.Resultado: cada pessoa é diferente da outra;
  6. Comer muito a noite faz as pessoas terem pesadelos. Não! O estômago cheio pode prejudicar seu sono, mas isso não quer dizer que vá gerar pesadelos. Se você os tiver, é uma coincidência;
  7. Chá com limão cura a gripe. Na verdade, nada cura a gripe. Depois de estar gripada, o que você pode fazer é tomar remédios e chás para obter um alívio dos sintomas. Porém, não espere a cura;
  8. Barra de cereal emagrece. Amiga, nenhum alimento emagrece. Nenhum tem esse poder. O que emagrece é você ingerir menos calorias ou gastar um pouco dessas calorias com atividade física;
  9. É melhor um suco de caixinha do que um refrigerante. Sabe de uma coisa?  Essa é uma escolha impossível. Não há melhor nessa história. Suco em caixinha é puro açúcar. De fruta mesmo, muito pouco. Refrigerante? Bem, esse a gente nem sabe direito o que contêm, não é? Mesmo os refrigerantes zero ou light são pura porcaria. Só porque tem adoçante e não açúcar, isso não quer dizer que estejam liberados. Não há, neles, qualquer ingrediente que faça bem a saúde. Não tem vitaminas, não tem fibras, não tem nada. Porque precisamos nos enganar?
  10. Pão integral ajuda a emagrecer. Na verdade isso não procede. O pão integral é mais interessante do que o pão branco por que tem mais fibras, o que auxilia no funcionamento dos intestinos e, em princípio, causam maior sensação de saciedade. Só. Leia novamente o mito número 8;
  11. Comer beterraba ajuda a combater a anemia. Mito. A beterraba tem pouquíssimo ferro, fazendo uma comparação com as carnes vermelhas, por exemplo. Comer beterraba, apenas, não vai te ajudar muito nesse caso;
  12. Vinho tinto faz bem para a saúde. Na verdade, o que faz bem é o etanol, ingerido em pequenas quantidades. E etanol existe em todas as bebidas alcoólicas. O etanol –  ingerido com moderação, viu? 🙂 – previne o entupimento das artérias;
  13. A laranja é a melhor fonte de vitamina C que existe na natureza. Sabe que não? Há alimentos, como pimentão vermelho, brócolis, morango, que tem o mesmo teor de vitamina C porém menos calorias.

E você, em que mitos já acreditou? Quer dividir com a gente?

Beijos e me liga

Fontes: UOL saúde

             Derma Club

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “13 mitos sobre alimentação . O número 4 me deu trabalho!