[Livro indica livro, que indica…] David Lynch


 
 

Inaugurando a tag LIVRO INDICA LIVRO, QUE INDICA FILME, QUE INDICA…trago um pequeno trecho do livro que resenhei por último. Qual é a ideia? Aprender mais com os livros, filmes, séries. E proporcionar diversão também. E informação. Enfim…O Orfanato da Srta. Peregrine fez menção a David Lynch, e é por ele que começo. Falou também da Bela Adormecida, Ralph Waldo Emerson, de Oliver Twist e Norman Rockwell. Vamos ver um pouco de cada um, em postagens diferentes. Nessa, ficamos com uma breve falatório sobre o diretor esquisitão Lynch.
“E como se essas imagens não fossem bizarras o suficiente, as outras duas pareciam saídas de pesadelos de David Lynch: uma mostrava uma menina contorcionista, triste, dobrada para trás de modo assustador; a outra trazia gêmeos de aparência esquisita, vestidos com as fantasias mais estranhas que eu já havia visto.” (Jacob, de O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, de Ransom Riggs, pág.44).

David Lynch é um artista multifacetado: diretor, roteirista, músico, artista visual e doido de pedra nascido em 1946, em Missoula, no estado de Montana, nos EUA. Ficou conhecido por criar filmes surrealistas, que perturbam e ofendem o público. Apesar disso, criou grandes sucessos, como a série Twin Peaks e os  filmes Veludo Azul e Coração Selvagem. Um de seus filmes mais polêmicos foi “Eraserhead”. Nele, o personagem Henry é avisado de que sua namorada teve um bebê prematuro. O bebê não é bem humano; tem cabeça de réptil e chora durante todo o tempo. As imagens são fortes e levam o público a um clima de horror.

 
Bebê-monstro de Eraserhead

Por isso que o autor do “Orfanato”, Ransom Riggs, compara a situação de Jacob com pesadelos de Lynch, querendo nos mostrar o incômodo que o personagem sentia ao olhar para fotos um tanto bizarras de crianças “diferentes”. Olhando para a foto acima, de EraserHead, é possível entender os sentimentos do personagem.

Ficou  meio enjoada com a foto? Eu também.
Curiosidade: Jack Nance, ator principal de Eraserhead, foi encontrado morto em 1996 e sua morte nunca foi esclarecida. A hipótese é que tenha caído acidentalmente, em razão de estar bêbado, e batido a cabeça com a queda. Teve uma hemorragia, resultante de um traumatismo craniano. Antes de morrer, alegou ter apanhado de dois jovens na frente de uma loja, as cinco da manhã. O dono da loja, porém, não lembra de ter visto a briga. A autópsia constatou alto teor de álcool no sangue do ator, o que levou as pessoa a acharem que o mesmo inventou a história da briga por vergonha de assumir seu estado de embriaguez.
Abaixo, Jack ainda jovem e depois, mais perto de sua morte.

Beijos e me liga!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *