[Eu vi!] Crítica do filme Dois caras legais 5




Ficha técnica:

Título original: The Nice Guys

Direção: Shane Black

Elenco: Russell Crowe, como Jackson Healy; Ryan Gosling, como Holland March; Margaret Qualley, como Amelia; Kim Basinger, como Judith Kuttner; Matt Bomer, como John Boy, Angourie Rice, como Holly; Rachele Brooke Smith, como Julie; Ty Simpkins, como Bobby; Jack Kilmer, como Chet; Yaya DaCosta, como Tally; Keith David, como um dos bandidos que procuram por Amelie; Beau Knapp, como o outro bandido que procura Amelie e que fica com a cara azulada; Michael Beasley, como Bartenders do Hotel Grande Vista

Roteiristas: Shane Black e Anthony Bagarozzi

Produção: Joel Silver

Trilha sonora: compositor John Ottman

Estúdios:   Silver Pictures e Waypoint Entertainment

Gênero: comédia, policial

Lançamento: 21 de julho de 2016
Sinopse: Na Los Angeles dos anos 1970, a filha de uma funcionária do Departamento de Justiça dos Estados Unidos é sequestrada e ela decide contratar Jackson Healy (Russell Crowe), brutamontes violento e ex-alcoólatra, para investigar o caso. O trabalho revela-se mais complicado do que o esperado e ele decide contar com a ajuda a um medroso e atrapalhado detetive particular (Ryan Gosling).
Healy é um cara violento, que ganha vida batendo nas pessoas (isso, você não entendeu mal. Ele é pago para bater em pessoas. Não é matador de aluguel e sim “batedor de aluguel”). Amelie o contrata para dar uma surra em  homens que estão lhe perseguindo. Um desses homens é March. Ocorre que March está procurando por Amelie porque ela estava envolvida com uma atriz pornô, que morreu em situação suspeita. Há gente que acha que a atriz não está morta e Amelie é a única que pode esclarecer esse mistério. Depois da surra em March, Healy tem sua casa invadida por dois homens, que também querem saber onde Amelie  se encontra. Há uma cena de ação, coisa e tal. A partir daí, Healy e March se unem para desvendar o mistério de Amelie.
Quer saber? Não vá! Depois que eu li as críticas sobre o filme, todas muito positivas, finalmente me convenci daquela máxima, do sábio oriental: “opinião é como bunda – cada um tem a sua!” Fui pelas críticas , achando que ia assistir o filme do ano…e quase dormi no cinema.
Vejam bem. Não sou assim tão exigente e gosto de quase tudo. Quando a coisa é muito ruim, ainda sim brinco de Pollyanna e vejo coisas positivas nos livros, nos filmes. No entanto, confesso…Está muito difícil encontrar qualquer coisa boa nesse filme.
Achei “Dois caras legais” um tanto quanto… clichê! Dois detetives – um atrapalhado – que se odeiam mas se juntam para desvendar um crime. Acabam gostando dessa atividade em dupla e formando uma sociedade em uma agência de detetives?  Quantas vezes você já viu isso?
Fraco e mal explorado, também, o lado amargo da vida dos dois. Claramente ele tem suas dificuldades, porém elas parecem como cachorros barulhentos em uma loja lotada: latem, aumentam o nível de ruído, mas não quebram nada, entendem? As histórias prévias estavam ali, apareciam de vez em quando, mas esmaecidas, sem graça. Ok, era para ser uma comédia, não um drama. O que acontece é que percebe-se uma certa importância do passado dos protagonistas para a construção da trama, porém esse passado está sem sal, sem pimenta, sem tempero algum.
Vilões? Esquece. Fazem caretas, caras e bocas, e não convencem. O homem que fica com a cara azul parecia ser uma imitação do Coringa, de Batman dos anos 60.

As piadas, igualmente fracas. Muitos gostaram da atuação de Gosling, o detetive trapalhão. Eu achei que estava vendo Renato Aragão nos áureos tempos dos Trapalhões. Só que eu ria do Didi e seus amigos quando tinha sete anos. Quando fiz oito, as piadas já estavam datadas, sem graça.
Também achei que, literalmente, queimaram o filme de Kim Basinger e Russell Crowe, dois grandes atores que mais pareciam estar pedindo “por favor, me deem uma chance de trabalhar em algum filme, fuleiro que seja”. Os dois não mereciam estar nessa produção fraca.
Pena.
Beijos e me liga!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 pensamentos em “[Eu vi!] Crítica do filme Dois caras legais

  • Natalia Souza

    Embora às vezes o ritmo do filme seja lento, em geral é muito divertido! 😀 Dois Caras Legais superou as minhas expectativas ❤️ O ritmo da historia nos captura a todo o momento. Quero vê-la novamente! Se vocês são amantes dos filmes de detetives, este é um que não devem deixar de ver. 🙂

    • claudia Autor do post

      Gostou? Eu já não gostei muito. Mas é aquilo né? Ainda bem que as pessoas não são iguais, porque o mundo seria muito chato! Beijo grande.

  • Sara Caldeira

    Excelente filme. Gostei muito assistir Dois Caras Legais. Conheço o trabalho de Shane Black já faz um tempo, na verdade é um dos meus diretores preferidos. Sinceramente os filmes de ação não são o meu gênero preferido, mas devo reconhecer que Dos Caras Legais superou minhas expectativas. Encanta-me o trabalho deste diretor.