Sobre


Meu nome é Cláudia Mester e esse é meu espaço de expressão pessoal. Sou brasileira, 48 anos, casada, mãe orgulhosa de três filhos, escritora amadora. Psicóloga clínica, Personal, Professional e Executive Coach. Nas horas vagas, consumo seriados de televisão totalmente sem noção. Adora Lie to Me, Medium, Grey’s Anatomy e Dexter. Pinto, bordo e tenho ideias mirabolantes para salvar o mundo da fome. Ah…Não tenho a mínima ideia do que quer dizer “isso não é apropriado para a tua idade”.

Comecei na blogosfera faz muito tempo. Tinha um blog de variedades, solto, leve. Adorava, mas tive que me afastar. Quando pude voltar, mudei o foco. Pra que, né? Era tão feliz com o primeiro blog! Segui os caminhos ditados pelos gurus de minha profissão e acabei com um blog que continha apenas conteúdo relacionado a desenvolvimento pessoal e profissional, o que me dava uma sensação de aprisionamento. Escrever se tornou uma tortura, porque eu sentia como se fosse “obrigada” a postar aqueles assuntos, como se o mercado assim me exigisse. Ruim pra caramba! Eu que tenho a liberdade como um dos meus valores máximos, me vi aprisionada. Viu? Lição número 1: filtre o que os gurus dizem!

A vida andou e resolvi tomar outros rumos. Mudei muito, o mundo girou, enfim…Decidi retomar a alegria de escrever e dividir ideias, de forma suave, delicada, alegre, solta. Assim nasceu o novo Dicas da Clau, para entreter e divertir mulheres com mais de quarenta anos. Porque? Porque tenho mais de quarenta (ôoo…Faz tempo!) e não saberia falar para um público mais jovem. Porque os mais jovens não se identificariam com o que desejo falar. Porque mulheres na minha idade não encontram facilmente blogs que as encorajem a serem o que quiserem, a usarem o que quiserem, a lerem o que quiserem.

Idade não é empecilho para nada, mas tem muita gente por esse mundo que acha que sim. Vim para desmistificar, auxiliar a quebrar tabus. Idade é apenas um número e esse número não está atrelado a poder, beleza, sabedoria. Somos o que fazemos de nossas vidas e não podemos deixar que outros decidam por nós o que nos cai bem, o que devemos ou não fazer. Ponto.

Nós, Mulheres acima dos 40, estamos carentes de pessoas que nos olhem e nos valorizem pelo que somos, como somos. Há blogs sobre beleza, moda, estilo de vida, livros, festas e o escambau, feitos para ninfetas, meninas lindas, sem manchas na pele, manequim 34, metro e oitenta de pernas. Muitas vezes nos empolgamos com o que essas meninas usam, nosso olhos brilham e…nos sentimos inadequadas por estarmos seguindo pessoas tão jovens, tão diferentes da gente, saídas de capas de revistas.

O Dicas da Clau tá aí na roda, então, para ajudar a mulherada que é jovem a mais tempo :), que tem rugas, barriguinha ou parece um Minion (como eu!) a ter autoestima, ter confiança, ser feliz. Vou falar sobre assuntos diversos, como moda, beleza, livros, opiniões, e o que mais aparecer. Não como expert, porque absolutamente não sou, mas como mulher “normal” (eca! Na falta de palavra melhor, vai essa mesmo!), atrapalhada, com mil coisas para fazer, com muitas dificuldades e com grandes capacidades. Como todas as pessoas nesse mundo. Se você tiver alguma sugestão de pauta, envie para dicasdaclau@gmail.com. Vou ter o máximo prazer em ler seu email.

Se você tiver menos de quarenta e se identificar com alguma proposta, beleza! Entre e fique a vontade. Se for homem e quiser participar também, porque não?

Beijos e me liguem!